passaram por aqui...

sábado, maio 21

...sobre andar de ônibus

Hoje venho falar de um assunto polêmico (não, não vou falar de mamilos). E é sobre andar de ônibus.
Andar de ônibus é realmente muito, mas muito legal quando você não tem outra alternativa!
Só quem anda, sabe como é vestir uma roupa de sardinha para enfrentar uma condução lotada. Você geralmente nunca se atrasa, o ônibus sim. E no dia que você finalmente perde o horário, ele passa na hora certa. #fato
Mas enfim, se eu não andasse de ônibus não poderia ouvir certas pérolas. Por exemplo, esses dias estava indo pra faculdade, quando um sujeito meio que maltrapilho diz: Nossa mas eu amo, amo morar na (bairro). A outra pessoa pergunta: Mas por que? Ele no alto de sua humildade responde: "Por que lá é muito bom, só não gosto de uma coisa: As mulheres chegam em mim e dizem 'Nossa mas você é bonito demais, me dá 50 centavos pra mim tomar uma pinga" (risos né). Ainda por cima disse que já tinha passagem pela policia (contou segurando um facão), que já tinha matado uma pessoa, esfaqueado não sei quem e blá blá blá, eu que não fiquei pra ver o fim da conversa!
Dia desses dois homens que estavam sentados no banco da frente comentavam sobe uma suposta traição da namorada. Ele estava revoltado, tinha acabado de saber, e para desestressar iria sair com os amigos e "prostituir". Não sei se no sentido literal da palavra, mas se foi, acho que ele não ia enriquecer na profissão não!
Sem contar as vezes que um doido vem no bus e começa a cantar, falar alto, mandar beijo...
Andar de ônibus é um exercício de paciência, e de aprendizado. E por que não? você aprende a escutar funk, gospel, sertanejo, axé, e tudo isso ao mesmo tempo.
Vai aprender um pouco de física, e concluir que Newtton estava errado: Dois corpos podem sim ocupar o mesmo lugar no espaço.

2 comentários:

Fábio Silva disse...

Lendo teu post me lembrei do tempo de ensino fundamental. Quando eu levantava às cinco e meia da manhã para ir à escola, que ficava no centro da cidade... O pior dia te todos era a segunda... quando, ainda de madrugada, o ônibus lotava e eu, baixinho, tinha que aguentar o cheiro de "macaco matado a murro" que exalava das axilas de algumas pessoas. Isso quando não vinha combinando com o cheiro da cachaça.

Uma situação tensa mas engraçada, pois esse tipo de ocorrência acontecia só na segunda...

impressoesdomundo disse...

Pois é Fabio!
Todas as pessoas que andam/andaram de ônibus tem uma história pra contar, seja boa ou ruim!
No seu caso não é das melhores, hehe, mas é uma lembrança! Abraços

Postar um comentário